quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Voo 3493 À DESCOBERTA DE CAMARADAS.





Fernando Pereira
Esp.MMA
Sintra






Caros camaradas da BA12
Estive a ver o vosso blogue Especialistas da base Aérea 12 Guiné, onde consta uma lista de operacionais da linha da frente. O José Manuel Baptista, também conhecido pelo Lisboa, consta dessa lista de operacionais. O Baptista foi da minha recruta /2ª de 68, da minha turma do curso de MMA e estivemos na BA3 de 69/70. O amigo Baptista/Lisboa foi para a Guiné e eu fui em Junho de 70 para Angola com os primeiros Pumas para Esquadra 94 na BA9, e por lá fiquei  até 3 de Abril de 74. A última vez que estive com ele foi em Junho de 70, na vossa Base de Bissalanca durante a escala técnica do DC6, na viagem para Angola.
 Não o vejo há 48 Anos, tenho falado com diversos camaradas que passaram por Tancos mas ninguém sabe dele. Será que algum de vós têm mantido contacto com ele? 
Outro camarada que também esteve na Guiné mas não consta da lista de operacionais é o Américo já não me lembro do apelido, era conhecido pelo Pinóquio, sabem alguma coisa deste amigo.
Aproveitando a embalagem aqui fica outro nome que nos acompanhou aos três (Baptista; Américo/Pinóquio e a mim Fernando Pereira) na Ota, que é o Ivo de apelido se a memória não me atraiçoa era Silva, também conhecido por Cascais. Este amigo que também era MMA, perdi-lhe o rasto logo no fim do curso não tenho ideia para que base foi.
Se me poderem dar uma ajuda a encontrar estes camaradas ou qualquer noticias deles ficaria bastante agradecido.
Fico igualmente disponível para vos ajudar na descoberta de amigos e camaradas que eventualmente também tenham perdido o contacto. O pessoal naqueles tempos esquecia-se de dar o número do telemóvel e os emails. modernices!
Junto três fotos do pessoal que procuro.
Muito Obrigado e um grande abraço
Fernando Pereira Também conhecido por Sintra
Aqui fica os meus contactos: tel.964840379. Email fpfernandoper@gmail.com 





   Ota 1968
 Da esquerda para a direita
Eu Fernando Pereira
Américo/Pinóquio
Carlos Santos também era conhecido por Lisboa
Luís Carlos Franco




 Tancos 1969 ou 1970??
Aluno Nome????
J.M.Baptista também conhecido por Lisboa
Ruy Rodrigues era Moçambicano e esteve comigo na BA9
Eu Fernando Pereira




  Ota 1968

O Ivo também conhecido por  Cascais e eu






terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Voo 3492 AUMENTO AO EFECTIVO DA UNIDADE.






Fernando Pereira
Esp.MMA
Sintra





Caros Camaradas
Obrigado pela vossa resposta e é um prazer estar convosco.
Junto as fotos que solicitam o meu nome é: Fernando António Correia Pereira tenho 68 Anos.
Servi a FAP de 1968 (2ª incorporação) até junho de 74. pertenci à Primeira esquadra de Pumas formada em Tancos em 1969.
Em 1970 fui para a BA9 Luanda e por lá fiquei na Esquadra 94 nos Pumas até 3 de Abril de 1974 ou seja estive 4 anos em Angola.



Passei à disponibilidade em Junho de 74, na Base de Sintra.
A vida profissional como civil foi feita na Tabaqueira desde 8 de julho de 1974 até 30 de Novembro de 2009.
Tal como na FAP a minha vida profissional foi fantástica!
Um Abraço e saudações aeronáuticas
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


domingo, 11 de fevereiro de 2018

Voo 3491 A MINHA HOMENAGEM.





Paulo Sousa
Esp.MMA
S.Maria da Feira

Bissalanca 10 de Fevereiro de 1973 por volta da 13:15horas a Enf. Celeste foi colhida pela hélice da DO27 quando se preparava para uma evacuação. Estava de alerta a linha da frente dos Alouette III. Minha pequena homenagem póstuma a estas heróicas mulheres.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Voo 3490 PEDIDO DE COLABORAÇÃO.


Francisco Duarte
Leitor do Blog

Boa tarde,
Chamo-me Francisco Duarte, e sou um escritor. Sempre fui apaixonado por história, sobretudo a época da Guerra Fria, tanto internacionalmente como no caso específico de Portugal durante esses anos, assim como aviação militar. Devo a estes interesses a minha curiosidade acerca da Força Aérea Portuguesa nos anos 60 e 70.
Correntemente encontro-me a desenvolver uma obra de ficção passada num contexto histórico, e parte da ação dá-se na BA12, circa 1974 (antes e depois da Revolução). O que venho aqui perguntar é se seria possível indicarem-me alguma obra que me desse indicações acerca de como era o dia-a-dia na BA12 durante essa época, ou se haverá pessoas (sobretudo na área da Aveiro) com quem eu pudesse falar para conseguir essa informação.
Procuro sobretudo coisas como o que os pilotos e os técnicos faziam nos tempos livres, como se preparavam as missões, como eram recebidos os novos pilotos e técnicos por quem já lá estava, ou mesmo quão extensa era a presença de elementos da polícia do Estado ou outros elementos de controlo ideológico, etc.
Eu gostava de poder criar um quadro realista, e apesar de saber que me irá sempre falhar alguma coisa, eu queria escrever uma obra que fosse respeitosa dos nossos veteranos e respeitasse o espírito da época.
Agradeço desde já qualquer apoio. Se o meu pedido parecer confuso ou vocês requerem mais informação para me poderem ajudar por favor digam. Terei todo o gosto de falar mais do meu projeto, de modo a poder chegar à informação de que necessito.
Muito obrigado,
Francisco Duarte

-- 

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Voo 3489 A VELHICE É...UM POSTO!





Victor Oliveira
Esp.Melec./Inst./Av.
Caneças







No ano 1981 no final do Rally de Portugal Vinho do Porto havia o slalom no qual eu participei.
Estava um Alouett lll da Força Aérea a dar assistência na placa por detrás das boxes, nesta altura não havia helis do Inem.
Eis que quando acabou o slalom vejo o mecânico “periquito “de volta do heli não trabalhava.
Fui ter com o piloto um alferes e disse-me que já não tinha bateria que ia ligar para a base do Montijo para virem arranjar o heli e disse-lhe não vale que isto vai trabalhar, junto a nós estava o capitão Quezadas da GNR  e pedi-lhe para ir aos mecânicos da Audi o carrinho das baterias e os cabos assim foi.
Chamei o mecânico “periquito” e disse-lhe liga estas baterias mas olha que é mais com mais e menos com menos e dá-me uma chave 14, 15 ou 16 ,17 de bocas ou luneta ele ficou muito atrapalhado e deu-me uma chave 14, 15 pensando que eu ia desapertar alguma coisa, virei-me para o piloto e disse-lhe quando eu disser ligas assim foi cheguei ao pé da Róbinê de duas cacetadas héli a trabalhar.
Estavam dezenas de pessoas a ver começou tudo a bater-me palmas.
O piloto ficou de boca aberta e veio perguntar-me como é que sabia estas coisas e disse-lhe 20 meses na guerra ultramar Guiné onde tínhamos que inventar reparações.
Vítor Oliveira (Pichas)
1º Cabo Melec
1ª66  Guiné 67, 69  

Melhores cumprimentos / Best regards.


Voo 3488 O ÚLTIMO VOO DO MANUEL MARTO


Fabricio Marcelino
Esp.MMA
Leiria


Com os meus cumprimentos,comunico que faleceu hoje o nosso colega MANUEL HENRIQUES MARTO.
Era M.M.A. de 1961.
Foi sempre um colega amigo e, compareceu sempre nos encontros da AEFA.
O seu funeral é amanhã dia 06 pelas 11H00,com missa de corpo presente na Igreja Paroquial de Fátima.
A AEFA, faz-se representar pela Direcção do Núcleo de Leiria.
Que Nossa Senhora do Ar o acompanhe.


Voo 3487 ALMOÇO DA LAMPREIA NÚCLEO DE COIMBRA



~
~~
Augusto Ferreira
Esp.Melec./Inst./Av
Coimbra




























Almoço da lampreia 
Foi com um cheiro a mimosas no ar, ali mesmo juntinho ao Mondego, mais propiamente em Porto da Raiva – PENACOVA, que mais uma vez se realizou o Almoço da Lampreia, promovido anualmente pelo Núcleo de Coimbra da AEFA.
Registámos com agrado, que este evento tem vindo a interessar cada vez mais associados. Desta vez ultrapassou a meia centena.
Embora o tema principal fosse a Lampreia, que muitos aficionados atraiu, outros houveram que optaram por outros pratos regionais, dando uma indicação clara, de que o convívio e reencontro com antigos companheiros, era o mais importante.
E foi-o efectivamente. A alegria de estarmos juntos, estampada nos rostos de todos os presentes, contagiou também as mulheres, daqueles que as levaram, para partilhar com elas estes momentos.
É sempre com pena, que lamentamos algumas ausências, que acontecem pelas mais diversas razões. 
Este ano por ex. o nosso Presidente José Andrade e outros companheiros, estiveram ausentes por estarem na BA2 – Ota neste mesmo dia, a prepararem o Encontro Nacional.
Não foram esquecidos.
Lá para o meio da tarde, depois de “bem comidos e bem bebidos” iniciaram-se as despedidas. 
Depois de todos partirem, á porta do restaurante ainda ficaram três elementos do Grupo, que não se cansavam de recordar montes de episódios, passados em comum em Moçambique.
A tarde fria já ia longa e começava a anoitecer. Não fosse uma senhora em cadeira de rodas, que não conseguia entrar em casa, por causa de um dos nossos carros e o jogo do Benfica que estava quase a começar, ainda lá estaríamos agora.
Como é bom recordar…
ESPECIALISTAS SEMPRE

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

VOO 3486 – 41º. ENCONTRO DE ESPECIALISTAS DA BA-12








Mário Aguiar
Metralha

V. N. de Gaia


Boa tarde companheiros

Anexamos a convocatória para o 41º. Encontro de Especialistas da BA-12, que terá lugar na zona das Caldas da Rainha, na estrada para a Foz do Arelho, sobre o comando do nosso companheiro João Manuel Marques Lopes, Manuel José Lanceiro, Ferreira de Castro “menino” e Mário Aguiar.








Deverão confirmar por email ou telefone para um dos elementos destacados, especialmente para sabermos quantos querem ir de autocarro e quantos acompanhantes.


FALTAM  117  DIAS


quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Voo 3485 BOAS FESTAS (12)




José Teixeira
Esp.OPC
Trofa

Meu comandante VICTOR BARATA

Tenho sido muito pouco assíduo a nosso blog dos especialistas da BA12, mas isso não significa menor apreço por tal Blog; muito pelo contrário.
Ao longo dos últimos anos tens sido um importante impulsionador da causa Especialista. (E não fazes parte dos O.S. da AEFA!)
E não só pelo Blog.
O presidente da AEFA(associação de especialistas da Força Aérea, para os mais distraídos), nosso companheiro OMETEO Paulo Castro, refere na sua última crónica inserida no SITE, a enorme dinâmica que tem acontecido em relação a quantidade de convívios um pouco por todo o país, o que significa que o espírito Especialista continua vivo e de boa saúde.
A outra prova, que eu saiba, também da tua inquestionável dedicação à causa, acontece na «cidade de SERPINS», onde anualmente, para quem não sabe, consegues reunir uma enorme quantidade de especiais que merecem estar, incluindo a presença de oficiais, onde predomina uma enorme «banheira» para assar um bicho que vai deliciar os estômagos, tudo a custo Zero! E ainda um camião térmico a trabalhar toda a tarde, para quem quiser adquir a famosa «água de serpins» fresca. 
Haverá outras iniciativas que fomentas, mas fica para o próximo epísódio( não novela!) a sua revelação, como o espaço museológico que criaste na tua região.
E para terminar que atinjas em 2018 os graus de felicidade que desejas.

José Teixeira( opc 2ª/67) 


sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Voo 3484 BOAS FESTAS (11)





Carlos Robalo
Esp.MMA
Lisboa



A todos os companheiros especialistas da B.A.12,  um Santo Natal e que o Ano de 2018 , lhes traga tudo o que desejam , amor ,paz e saúde.. São os votos de Carlos Robalo

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Voo 3483 TUDO DEVO Á GRANDE FAMÍLIA FAP.




João Vidal
Fur.Mil.Pil
Lisboa







Em 2018 vão completar-se 50 anos que, com 18 anos, ingressei na FAP e iniciei a minha carreira de 40 anos como piloto, tendo completado mais de 21.500 horas de voo e realizado quase todos os meus sonhos profissionais. Tudo devo à Grande Família que é a Força Aérea Portuguesa, que me ensinou os primeiros passos do “caminho”. Estou e estarei eternamente grato.

Voo 3482 CANTA-SE O FADO!



João Bandeira
Fur.Mil.Pil.
Faro


Bar de Pilotos - GO1201-BA12.Bissalanca
"Fadistas de serviço"!...